Época balnear

Marginal da Póvoa de Varzim fechada e estacionamento pago junto à praia

Marginal da Póvoa de Varzim fechada e estacionamento pago junto à praia

Câmara da Póvoa de Varzim definiu regras para época balnear. Vila do Conde ainda está a ultimar o plano.

A Câmara da Póvoa de Varzim vai proibir a circulação automóvel na Avenida dos Banhos e obrigar a pagar todo o estacionamento junto ao mar entre 10 de junho e 30 de setembro. A ideia é assegurar a rotatividade nas praias e controlar o acesso de visitantes à cidade. Em Vila do Conde, concelho vizinho, o plano ainda está a ser ultimado, mas sabe-se que a marginal continuará condicionada aos fins de semana. Nos dois municípios, a época balnear começa a 27 de junho.

"Vamos colocar estacionamento tarifado na Rua do Varzim Sport Clube e nos parques de estacionamento do Alto de Martim Vaz e da Avenida dos Pescadores (Aver-o-Mar), de modo a que possamos garantir a rotatividade no acesso às praias e disciplinar algum estacionamento abusivo", afirmou o presidente da Câmara da Póvoa de Varzim.

Aires Pereira explicou ainda que o executivo decidiu proibir o trânsito e o estacionamento na Avenida dos Banhos. A ideia é que haja mais espaço para as pessoas que por ali caminham e permitir o aumento das esplanadas (foram já 22 os pedidos autorizados), de forma a dar "uma ajuda" à restauração nesta fase difícil.

Nos acessos às praias, a Câmara vai colocar gel desinfetante e reforçar a higienização das ruas.

O autarca admite que numa das mais concorridas zonas balneares do Norte os fins de semana serão "mais complicados", mas, uma vez cheios os parques, a Câmara admite que "recusará a entrada de mais pessoas".

Trânsito condicionado

Em Vila do Conde, a época balnear também arrancará a 27 de junho, mas fecha a 30 de agosto (na Póvoa só fecha a 15 de setembro). As medidas, diz a Autarquia, ainda estão "em fase de conclusão", mas já se sabe que a marginal vai manter-se condicionada aos fins de semana e totalmente fechada no troço entre o Forte de S. João e o Fluvial. Também a zona ribeirinha, entre a Doquinha e a Praça da República, será fechada ao trânsito entre as 20 de sexta e as 24 horas de domingo. A medida entra em vigor amanhã e dura até 30 de setembro.

A Câmara explica ainda que vai garantir a vigilância das praias não concessionadas.

Outras Notícias