Exclusivo

Póvoa de Varzim: Relatório da CCDR-N dá razão às queixas dos moradores

Póvoa de Varzim: Relatório da CCDR-N dá razão às queixas dos moradores

Vistoria ao aterro da Resulima confirma "inconformidades" e os maus cheiros que continuam a afligir Laundos e S. Pedro de Rates, na Póvoa de Varzim.

Custou 28 milhões de euros, mas há seis meses que exala um cheiro que desespera os moradores de Laundos e S. Pedro de Rates, na Póvoa de Varzim. Agora, a vistoria, liderada pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N), confirma: um cheiro nauseabundo e oito "inconformidades".

CCDR-N, Agência Portuguesa do Ambiente (APA) e Administração Regional de Saúde do Norte (ARS/Norte) recusaram a licença de exploração do aterro da Resulima, em Paradela, Barcelos. A empresa tem, agora, 180 dias para resolver os problemas. A Resulima diz ter implementado as medidas, mas nas duas freguesias da Póvoa de Varzim "o cheiro não passou".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG