Abertura

Requalificação do mercado da Póvoa de Varzim já terminou

Requalificação do mercado da Póvoa de Varzim já terminou

Estão concluídas as obras no 4.º piso do mercado municipal da Póvoa de Varzim. O espaço volta a ter comerciantes este sábado.

Com esta abertura, diz o presidente da Câmara, Aires Pereira, fecha-se um ciclo e a cidade tem, agora, um "novo" mercado. Foram 13 anos e quatro milhões de euros de investimento, feito "por fases", "sem nunca fechar as portas". Agora, fica a faltar apenas a intervenção na envolvente.

"Em boa hora decidimos que o mercado ficava neste sítio e que não havia necessidade de outro mercado", frisou Aires Pereira, que, esta sexta-feira de manhã, visitou o renovado 4.º piso.

As obras começaram, em 2008, na zona do peixe. Em 2010, na sequência de um incêndio que destruiu, quase por completo, o 3.º piso, a Câmara acelerou a requalificação e abandonou, em definitivo, a ideia de um novo mercado, que chegou até a ter projeto pronto.

Seguiu-se, em 2016, a área das frutas e dos talhos, em 2018, a remodelação exterior e, por fim, o 4.º piso, o das hortaliças, vendidas pelos pequenos agricultores que, ao sábado, vêm das aldeias.

"Resolvemos problemas antigos. Chovia cá dentro", explicou o autarca. Do chão à cobertura, passando por câmaras frigoríficas, instalação elétrica, sinalética, bancas ou organização dos comerciantes, as obras mudaram, por completo, a cara do mercado que, em 2022, fará 40 anos.

Agora, diz Aires Pereira, falta a envolvente. A repavimentação da EN13 termina no final do mês. Em junho, abre o novo parque de estacionamento do antigo quartel (ali ao lado), depois, explica, será tempo de intervir. A ideia será reorganizar o trânsito e facilitar as cargas e descargas.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG