Polémica

Tory Burch retira "camisola poveira" da coleção

Tory Burch retira "camisola poveira" da coleção

O Ministério da Cultura anunciou que ia recorrer aos tribunais para defender a camisola poveira. Pouco depois, ​​​​​​​Tory Burch retirou a "cópia" da sua loja online. O produto que esta quinta-feira à tarde passou a ser "Póvoa de Varzim - Inspired Sweater" desapareceu.

Começou por ser "Baja inspired Sweater", descrita como uma "criação original" de Tory Burch, inspirada na baja mexicana.

Depois do alerta para as semelhanças com a camisola poveira, feito pela Junta de Freguesia da Póvoa, há três semanas, a marca, sem nunca responder, trocou-lhe o nome para "Sweater Tunic" e, na descrição, as referências ao México desapareceram, mas continuava a não haver nenhuma referência às camisolas poveiras.

Esta quinta-feira, com a polémica instalada, a estilista norteamericana pediu desculpas e mudou, de novo, o nome da camisola para "Póvoa de Varzim - inspired sweater", com direito a link para o site da autarquia.

Agora, a peça, que custava 695 euros, já não faz parte da coleção Primavera/Verão 2021 e desapareceu do site.

No ​​​​​​​Facebook, o seu pedido de desculpas tem mais de 2800 comentários, na sua maioria de portugueses indignados com a "cópia descarada" de um produto artesanal com mais de 150 anos, tradicionalmente usado pelos pescadores.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG