Santo Tirso

Câmara suspende veterinário e abre processo pela morte de animais

Câmara suspende veterinário e abre processo pela morte de animais

O presidente da Câmara de Santo Tirso, Alberto Costa, abriu um processo disciplinar e suspendeu de funções o veterinário municipal após o incêndio que matou mais de 50 animais num abrigo ilegal, na serra de Agrela.

Em conferência de imprensa, esta segunda-feira, Alberto Costa assumiu "estar solidário com todos os que defendem o bem-estar animal" e garantiu que "o relatório de averiguações interno será enviado para o Ministério Público para que sejam apuradas todas as responsabilidades".

O presidente da Câmara de Santo Tirso irá, ainda, assumir o pelouro da Proteção da Vida Animal.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG