Santo Tirso

GNR fez o que estava ao seu alcance no incêndio que matou 73 animais

GNR fez o que estava ao seu alcance no incêndio que matou 73 animais

Fogo da serra da Agrela discutido esta quarta-feira na comissão parlamentar dos Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias.

A secretária de Estado da Administração Interna, Patrícia Gaspar, reiterou, esta quarta-feira, na comissão parlamentar dos Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias, que o relatório da IGAI sobre a atuação da GNR e da Proteção Civil no incêndio que, em julho ano passado, matou 73 animais num abrigo ilegal em Santo Tirso, foi efetuado com "isenção" e de forma "independente".

As conclusões do inquérito, que foram avançadas pelo JN em dezembro, apontaram para o facto de "não haver indícios da prática de qualquer infração disciplinar por parte dos guardas da GNR e dos agentes da Proteção Civil no incêndio na serra da Agrela", mas o grupo parlamentar do PAN pediu para que Patrícia Gaspar explicasse este resultado ao Parlamento, por considerar que "as autoridades não atuaram".

Uma visão que mereceu, porém, a discordância do PS, PSD e PCP. "Quanto à atuação das forças de segurança, parece-me claramente que fizeram aquilo que estava ao seu alcance naquelas circunstâncias difíceis", sublinhou a deputada social-democrata Emília Cerqueira.

"As conclusões [da IGAI] espantaram-nos porque este relatório traz uma visão unilateral, que procurou simplesmente limpar a imagem do Ministério da Administração Interna", criticou a deputada do PAN Bebiana Cunha.

Patrícia Gaspar salientou que é "um inquérito detalhado e as conclusões que aponta são claras". "Não podemos deixar implícito que houve alguma tentativa de branqueamento", salientou a governante.

Recorde-se que os militares da GNR foram, na altura, acusados de impedir o auxílio aos animais. A Guarda esclareceu, então, que "as consequências trágicas do fogo não tiveram qualquer correspondência com o facto de a Guarda ter impedido o acesso ao local por parte dos populares", uma vez que "a essa hora já tinham sido salvos os animais que foi possível salvar".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG