Coronavírus

Quatro funcionários de lar em Santo Tirso infetados com Covid-19

Quatro funcionários de lar em Santo Tirso infetados com Covid-19

Quatro funcionários do lar Dra. Leonor Beleza, uma estrutura da Santa Casa da Misericórdia de Santo Tirso, estão infetados com o novo ​​​​​​​coronavírus, apurou nesta quinta-feira o JN.

São mais três positivos registados naquele lar, além do caso de uma auxiliar de limpeza avançado pelo JN na terça-feira. Todos os infetados são mulheres com idades compreendidas entre os 40 e os 50 anos e que trabalham no mesmo piso. Os três novos casos foram detetados em trabalhadoras que desempenham as funções de ajudante de lar. As quatro mulheres encontram-se isoladas em casa e assintomáticas.

Não há, contudo, registo de utentes infetados ou com sintomas de Covid-19, sublinhou Sara Almeida e Sousa, responsável pelos Recursos Humanos e porta-voz da Santa Casa de Santo Tirso. O utente de 50 anos que tinha apresentado sintomas de febre está agora assintomático, mas permanece "em isolamento por precaução", garantiu a mesma profissional.

Além das quatro funcionárias infetadas, mais 10 trabalhadores do lar encontram-se em casa, sendo que dois deles aguardam resultados do teste para o novo coronavírus.

O lar Dra. Leonor Beleza, situado perto do centro de Santo Tirso, acolhe 94 utentes com idades compreendidas entre os 40 e os 90 anos e com elevado grau de dependência. Estão sem receber visitas desde dia 9, havendo também pouco contacto entre eles.

"É um lar com características muito específicas, dividido em alas e pisos, com estruturas estanques", caracterizou a porta-voz da Misericórdia, acrescentando que "os utentes estão sempre a, pelo menos, dois metros uns dos outros e as refeições nas salas comuns são muito limitadas"

Casos de isolamento noutros lares da Misericórdia

A Misericórdia de Santo Tirso tem mais funcionários de outras estruturas residenciais em isolamento, mas a instituição não quis adiantar em quais, para não criar alarmismos. Sara Almeida e Sousa indicou que três funcionárias - duas de um lar e uma de outra estrutura - foram submetidas ao teste e deram negativo. São uma auxiliar de ação médica, uma ajudante de lar e uma chefe de departamento, e todas estão em casa, "por precaução". Uma administrativa de uma terceira estrutura da Misericórdia aguarda o resultado do teste.

Até terça-feira, os funcionários dos lares da Misericórdia de Santo Tirso não estavam a usar máscaras de proteção, mas Sara Almeida e Sousa referiu que essa realidade foi alterada: "Desde ontem [quarta-feira], os colaboradores que têm cuidados diretos com os utentes estão a usar máscara, para que se sintam mais seguros".

Nesta quinta-feira, o concelho de Santo Tirso registava 13 casos positivos de Covid-19, de acordo com números da Direção-Geral da Saúde.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG