Trofa

"Gosto" sobre "câmara de gás" na AR "envergonha democratas", diz PCP

"Gosto" sobre "câmara de gás" na AR "envergonha democratas", diz PCP

A concelhia do PCP da Trofa considera que o "gosto" que o presidente da Câmara da Trofa colocou em duas publicações no Facebook em que é sugerido que a Assembleia da República seja transformada numa câmara de gás "envergonha todos os democratas trofenses".

"É uma postura nada consentânea com o cargo e responsabilidades que detém", vincam os comunistas, em comunicado emitido nesta quarta-feira, no qual afirmam "repudiar o apoio dado pelo presidente da Câmara da Trofa" às publicações em causa, que consideram, "inclusive, uma instigação ao uso de técnicas de extermínio em massa".

Recorde-se que, no sábado, o JN noticiou que Sérgio Humberto (PDS) havia dado o aval, no Facebook, ao texto do coordenador dos assistentes operacionais do Município, no qual o funcionário público se insurgia contra a celebração do 25 de Abril no Parlamento, sugerindo uma ação idêntica aos extermínios levados a cabo pelo regime nazi, que durante a Segunda Guerra Mundial matava os presos dos campos de concentração em câmaras de gás.

"Se houver quem ponha aquele espaço a funcionar como uma câmara de gás, eu pago o gás", escreveu o indivíduo no perfil de Facebook, no passado dia 19, reafirmando tudo em novo "post" no domingo, que também publicou no grupo público "Trofa", como o JN noticiou na edição de terça-feira. Tal como o primeiro texto, este teve igualmente a anuência de Sérgio Humberto, com novo "gosto" a partir do seu perfil pessoal.

BE diz que autarca não tem condições para se manter no cargo

PUB

Também o Bloco de Esquerda da Trofa "repudia" a atuação do autarca trofense e afirma que "o atual presidente Sérgio Humberto deixou de reunir as condições mínimas necessárias para exercer o cargo para o qual foi eleito".

"O infeliz 'like' ['gosto'] do senhor presidente não se limitou somente à publicação na página do autor, mas também a um segundo 'like' do post no grupo Trofa do Facebook, excluindo-se desta forma que o tenha feito acidentalmente", sublinham os bloquistas, lembrando que "a Trofa tem representados na Assembleia três conterrâneos (dois deles do PSD), que foram gravemente insultados com a publicação".

Os socialistas reagiram, também em comunicado, na segunda-feira, e afirmam estar "certos de que os trofenses não se reveem nestes comportamentos por parte do seu representante máximo, envergonhando e desprestigiando o município".

Sérgio Humberto assumiu uma posição na terça-feira, numa extensa explicação publicada na sua página institucional em que esclarece ter colocado "gosto" na publicação do passado dia 19 sem a ler até ao fim e afirma estar a ser vítima de uma "tentativa de linchamento público". Apesar de pedir "desculpas", o autarca não esclarece, porém, o que o levou a voltar a "gostar", no domingo, de nova publicação do funcionário público com o mesmo teor.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG