Violência

"Não posso obrigar o meu filho a ir à escola se ele é agredido"

"Não posso obrigar o meu filho a ir à escola se ele é agredido"

Pai de aluno da Escola D. António Ferreira Gomes, em Ermesinde, diz que filho de 11 anos é vítima de bullying e exige medidas.

"Isto já é assim desde o ano passado e só há cerca de três meses é que o meu filho me disse que lhe batiam na escola". As palavras são de Hugo Martins, 40 anos, que, revoltado, fala dos casos de violência de que o filho, aluno do 6.º ano, é vítima na Escola D. António Ferreira Gomes, em Ermesinde, Valongo. O agressor será um estudante de 17 anos, que também perturbará outros alunos, diz Hugo Martins.

Ao JN, o Ministério da Educação confirmou a existência de "uma agressão no 1.º período", tendo sido aplicada ao agressor "uma medida disciplinar sancionatória grave". Disse ainda que está acompanhar as medidas adotadas pela escola.

Ler mais na edição impressa ou na versão e-paper

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG