O Jogo ao Vivo

Vila do Conde

Associações e populares juntos para limpar a Reserva

Associações e populares juntos para limpar a Reserva

No Dia da Liberdade, libertar a ROM (Reserva Ornitológica de Mindelo) do lixo. Era este o mote. A chuva quis estragar a "festa", mas não conseguiu demover cerca de 40 pessoas de, "homenageando Abril", "fazer a diferença".

Quatro horas depois, móveis velhos, carpetes, lixo doméstico e muitos resíduos de obra mostram que, para além dos piqueniques de segunda-feira de Páscoa, a ROM é "agredida" todos os dias.

"Queríamos mostrar que a Reserva é "lixeira" o ano inteiro", explica Ana Vieira, da Associação Amigos do Mindelo, que se juntou Solidarity Soul e ao movimento "Salvem a ROM" na organização da ação de limpeza.

Para Tiago Sousa, da Solidarity Soul, a palavra de ordem é mesmo "sensibilizar" para que situações como as que aconteceram na segunda-feira de Páscoa sejam "cada vez mais raras". Conforme o JN ontem noticiou, houve fogueiras, gente acampada, dezenas de carros estacionados dentro da Reserva, árvores cortadas, luzes e música alta durante a noite e muito lixo deixado na ROM. O piquenique do "Anjo", na segunda-feira de Páscoa, é tradição na região. Ano após ano, a Reserva é "invadida". Este ano, os casos partilhados nas redes sociais deram "mais visibilidade ao problema". Ontem, ambientalistas e população quiseram mostrar que as "agressões" são "quase diárias" e "dar as mãos para ajudar".

Rui Oliveira faz parte da plataforma "Share" da Universidade do Porto. É de Gaia. Estava a chover, mas "não importa": "A poluição é um mal. Todos temos que ajudar a combater", frisou.

Carlos Azevedo é professor. Veio da Maia. Trouxe o filho de sete anos. Não conhecia a Reserva, mas juntou-se ao grupo: "Cansei-me de esperar que os outros resolvam. Cada um de nós pode dar o seu contributo", afirma, acrescentando que é ainda uma forma de dar "um bom exemplo" ao pequeno João.

"Quando vi as imagens dos piqueniques, decidi vir. Sou de Vila do Conde e não somos todos iguais. Eu, até quando vou à praia, às vezes, ando a apanhar lixo", diz Leonor Dias. A ação de limpeza, que percorreu várias zonas da Reserva, contou com a colaboração da junta de Mindelo que, com um trator, ajudou na recolha de objetos mais pesados.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG