Premium

Câmara de Vila do Conde vende casas construídas para famílias carenciadas

Câmara de Vila do Conde vende casas construídas para famílias carenciadas

A Câmara de Vila do Conde vai vender 21 apartamentos que comprou há 23 anos para realojar famílias a viver em barracas e que nunca foram ocupados.

O município prevê arrecadar mais 1,6 milhões de euros. "Há mais de 200 famílias em lista de espera para habitação social, a Câmara tem casas e não quer realojar", denuncia a oposição do PSD e PS, que recusou votar a favor da venda. Elisa Ferraz insiste que os imóveis não podem ficar fechados e a degradar-se.

Foi em dezembro de 1996 que a Câmara comprou 36 apartamentos na Urbanização do Pindelo, à face da EN13, em Árvore, Vila do Conde. Na altura, o promotor faliu, deixando um dos três blocos da urbanização, com 104 apartamentos, por concluir. A autarquia concorreu ao Programa Especial de Realojamento (PER) e, com verbas a fundo perdido do Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (à época Instituto Nacional de Habitação) e um empréstimo ao BPI, comprou o bloco.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG