Premium

Nem o Anjo defende reserva do Mindelo dos piqueniques

Nem o Anjo defende reserva do Mindelo dos piqueniques

"Fogueiras, gente acampada, dezenas de carros estacionados na Reserva, árvores cortadas, luzes, música alta", enumera, indignado, Ramiro Pereira, do movimento "Salvem a ROM (Reserva Ornitológica de Mindelo)". O ambientalista ainda nem acredita no que viu no domingo à noite e durante o dia de segunda-feira na reserva.

O piquenique do "Anjo", na segunda-feira de Páscoa, é tradição na região. Ano após ano, a ROM é "invadida" por forasteiros. No dia seguinte, "fica o lixo e a destruição". A Autarquia diz que tem vindo a "minimizar os impactos" e que há já "dois vigilantes", mas a "área é vasta" e "não é possível estar em todo o lado".

Mais de mil pessoas

Imobusiness