Pandemia

Vila do Conde cancela S. João, Corpo de Deus e Um Porto para o Mundo

Vila do Conde cancela S. João, Corpo de Deus e Um Porto para o Mundo

Não vai haver tapetes de flores no Corpo de Deus, nem festas de S. João em Vila do Conde. Cancelado foi ainda o espetáculo de teatro comunitário "Um Porto para o Mundo".

A presidente da Câmara, Elisa Ferraz, diz que "a decisão está tomada". Como forma de "compensar" os agentes culturais do concelho, estão abertas, até 10 de maio, as candidaturas para o segundo semestre para espetáculos que possam ser realizados no atual contexto pandémico.

No caso do S. João, afirmou a presidente da Câmara, a grande festa do padroeiro da cidade foi cancelada. O subsídio extraordinário atribuído à comissão organizadora foi entregue aos Bombeiros de Vila do Conde (200 mil euros) e à Cruz Vermelha (50 mil euros). Adiados para 2022 ficaram os tradicionais tapetes de flores, que se realizam, de quatro em quatro anos, na festa do Corpo de Deus.

PUB

O "Um Porto para o Mundo", que envolve habitualmente 400 pessoas em palco, também não se vai realizar. Anteontem, na assembleia municipal, Elisa Ferraz explicou que a verba (de mais de 300 mil euros) será aplicada no Programa Cultura Vila do Conde 2021. As candidaturas já estão abertas: por um lado, para iniciativas continuadas e regulares que possam ser acolhidas nos equipamentos culturais do concelho; por outro, para ações pontuais a integrar a programação cultural do segundo semestre do ano. Cada entidade pode submeter até quatro propostas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG