O Jogo ao Vivo

Acidente

A29 reaberta nove horas após colisão entre pesado e cinco viaturas

A29 reaberta nove horas após colisão entre pesado e cinco viaturas

A circulação no sentido sul/norte da A29, em São Félix da Marinha (Gaia), foi esta terça-feira retomada às 16.20, nove horas após o corte devido a um acidente com um pesado e cinco ligeiros, disseram fontes oficiais.

A "estrada foi reaberta pelas 16:20", disseram fontes da Ascendi, concessionária da via, e da GNR do Porto.

Estas operações envolveram meios dos bombeiros Sapadores de Vila Nova de Gaia e Voluntários da Aguda, bem como da própria concessionária.

O trânsito teve de ser cortado no sentido Espinho-Gaia para remoção dos veículos envolvidos e para limpeza do pavimento, "um trabalho ingrato, porque a carga do camião era cimento que ficou derramado", segundo a GNR.

O alerta para o acidente foi dado às 07:01.

"Foi uma colisão entre um pesado, que transportava cimento, dois ligeiros de mercadorias e três ligeiros de passageiros. O acidente provocou quatro feridos ligeiros, que foram transportados ao hospital", disse fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) do Porto.

PUB

A A29 - Autoestrada da Costa da Prata - liga a A25, junto à localidade de Angeja (concelho de Albergaria-a-Velha), à CRIP (Circular Regional Interior do Porto), em Vilar de Andorinho (Vila Nova de Gaia, distrito do Porto).

Piso vai precisar de obras por causa do cimento derramado

O piso da A29, na zona de S. Felix da Marinha, em Vila Nova de Gaia, onde esta manhã ocorreu o acidente em que um camião espalhou cimento na via, vai ter que ser intervencionado.

Fonte da Ascendi confirmou, ao JN, que o pavimento apresenta anomalias que, não pondo em causa a segurança rodoviária no imediato, conduzirá à necessidade de uma intervenção em tempo oportuno.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG