Exclusivo

Autarca admite que situação de bairro em Grijó "é muito má"

Autarca admite que situação de bairro em Grijó "é muito má"

O presidente da Câmara de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues, não tem dúvidas de que as condições em que vivem as duas comunidades ciganas de Grijó "é muito má".

De tal forma que, admitindo que a responsabilidade de realojamento deveria ser da Infraestruturas de Portugal (IP), dona dos terrenos, a Câmara assumiu a resolução do problema.

"A situação do ponto de vista dos direitos humanos é muito má e o facto de aquelas comunidades estarem localizadas em terrenos da IP faria com que a responsabilidade de as realojar não passasse pela Câmara. Todavia, se o assunto fosse prolongado teríamos um problema a nível social", referiu o autarca.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG