O Jogo ao Vivo

Tragédia

Bailarino ucraniano continua desaparecido no mar de Gaia

Bailarino ucraniano continua desaparecido no mar de Gaia

Após dois dias de operações de vulto, as buscas serão retomadas esta sexta-feira com patrulhamentos de rotina nas praias.

O bailarino ucraniano Ilya Romanskiy, de 21 anos, é dado como desaparecido no mar e presumivelmente afogado desde as 16.45 horas de terça-feira.

As buscas, que envolveram meios de vulto durante dois dias, serão retomadas na manhã desta sexta-feira, ao nascer do sol, mas já num nível operacional menor, com patrulhamentos de rotina nas praias de Gaia.

PUB

O helicóptero da Força Aérea que sobrevoou a costa durante 48 horas e os mergulhadores dos Sapadores de Gaia que esquadrinharam as rochas da Praia de Canidelo foram desmobilizados ao cair da noite de ontem.

Esta sexta-feira, a Capitania do Porto do Douro manterá as operações com uma embarcação salva-vidas e com patrulhas pelos areais.

Ilya deixou de ser avistado quando foi dar um mergulho na companhia de colegas do Royal Russian Ballet, alojados em Gaia com vista à realização do ballet "O Lago dos Cisnes", marcado para a noite de ontem, no Coliseu do Porto. O espetáculo foi adiado para dia 19.

O outro bailarino que acompanhou Ilya no mergulho foi resgatado com a ajuda de surfistas. Sofreu ferimentos ligeiros e recebeu tratamento hospitalar. Já recebeu alta.

Um dos surfistas também esteve em dificuldade: foi socorrido por um salva-vidas e não precisou de assistência médica.

O incidente ocorrido na Praia de Canidelo está a ser acompanhado por funcionários do Consulado da Ucrânia no Porto.

Contactada pelo JN, a missão diplomática ucraniana diz dispor de "informação oficial e completa sobre o trágico acontecimento" e expressa "enorme agradecimento" às autoridades portuguesas pelas "operações de busca iniciadas de imediato, pelo profissionalismo e pela cooperação".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG