O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Caiu pela escarpa, passou a noite numas ruínas e morreu na Afurada

Caiu pela escarpa, passou a noite numas ruínas e morreu na Afurada

Autoridades suspeitam que vítima, de 35 anos, escorregou em caminho perigoso percorrido por locais e turistas, em Vila Nova de Gaia.

Um homem, de 35 anos, não resistiu à queda numa escarpa existente junto à ponte da Arrábida, em Vila Nova de Gaia, ao final da tarde de quinta-feira. O cadáver de Jorge Alves, que residia na Maia, só foi encontrado no dia seguinte, no interior das ruínas de uma fábrica.

Jorge Alves, que padecia de uma doença mental, saiu de casa com um tio e passou a tarde de quinta-feira na marginal da Afurada, animada pelas festividades de São João. Pelas 19 horas, deixou a companhia do familiar e foi visto a subir, sozinho, a escadaria de acesso a algumas habitações do Cais de Lugan, nas imediações da Igreja de São Pedro da Afurada. Depois, percorreu parte de um íngreme caminho de terra, voltou para trás e escalou a escarpa até à rua da Creche.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG