Queixas

Câmara de Gaia retira lugares de estacionamento à PSP

Câmara de Gaia retira lugares de estacionamento à PSP

A polícia perdeu 10 lugares de estacionamento numa esquadra de Gaia. Em reação às queixas, a Câmara diz que o que todos querem "é veículos da PSP a circular em patrulhas."

A Associação Sindical dos Profissionais de Polícia, ASPP/PSP, queixa-se da retirada de lugares de estacionamento para os carros patrulha, na esquadra da Rua 14 de Outubro, no centro de Gaia. De 13 passaram a dispor de três. Os lugares à volta são concessionados e, portanto, taxados. "Numa necessidade mais imperiosa, os carros-patrulha têm de colocar moeda no parcómetro", denunciam.

A Câmara de Gaia contrapõe que "o regulamento municipal prevê um máximo de três lugares isentos de taxa de estacionamento para instituições públicas" e diz que "como acontecerá com todos, queremos veículos da PSP a circular em patrulhas, não estacionados".

As queixas da associação sindical alargam-se à esquadra de Oliveira do Douro, também com menos lugares. "Os responsáveis da PSP perdem capacidade de gerir em função das necessidades do serviço, uma vez que não têm na sua alçada esses equipamentos [lugares taxados]. Também o cidadão, numa situação urgente, que necessite de recorrer à esquadra, terá de procurar lugar e colocar moeda. O mercado e a pressão sobrepõem-se à utilidade pública dos serviços. Isto começa a tornar-se uma realidade doentia", lamenta a ASPP.

Esquadra não é central

A Autarquia explica que a mudança da Divisão de Trânsito da PSP para Oliveira do Douro levou ao necessário ajustamento, reduzindo o número de lugares isentos de pagamento: "A esquadra de 14 de Outubro não é central, é uma esquadra. A central é a Divisão, em Oliveira do Douro".

A Autarquia distingue os dois casos, Rua 14 de Outubro (Mafamude) e Oliveira do Douro, apresentando argumentos para rebater as acusações da associação sindical: "Na Rua 14 de Outubro a questão é relevante, pois toda a envolvente tem estacionamento pago. Em Oliveira do Douro, a questão não se coloca da mesma forma; em primeiro lugar, não há estacionamento pago; em segundo lugar, a Divisão tem um amplo espaço traseiro para estacionamento, atualmente ocupado com veículos apreendidos; em terceiro lugar, ainda assim atribuímos três lugares reservados isentos de taxa de estacionamento".

Outras Notícias