Bombeiros

Corpo de jovem bailarino ucraniano encontrado em praia de Gaia

Corpo de jovem bailarino ucraniano encontrado em praia de Gaia

Ilya Romanskiy, de 21 anos, desapareceu na praia na quinta-feira e pertencia à companhia de ballet que tinha marcado, para essa noite, o espetáculo "O Lago dos Cisnes", no Coliseu do Porto.

Um corpo que, ao que tudo indica, será do jovem bailarino ucraniano que estava desaparecido no mar desde a passada quinta-feira, deu à costa na manhã desta quarta-feira, junto ao paredão de Canide, em Gaia.

Ao JN, Santos Amaral, capitão do Porto do Douro, explicou que as autoridades aguardam o reconhecimento do corpo que se encontra em adiantado estado de decomposição. Mas, acrescentou, "tudo aponta para que seja o jovem até porque tem vestidos os calções que tinha no momento em que desapareceu".

PUB

O corpo foi encontrado a boiar por um popular pelas 8.22 horas, não muito longe do local onde ocorreu o acidente. No local está a Polícia Marítima, os Sapadores de Gaia e os Voluntários de Coimbrões que transportarão o corpo para o Instituto de Medicina Legal.

O bailarino ucraniano Ilya Romanskiy, de 21 anos, desapareceu na praia às 16.45 horas de quinta-feira e pertencia à companhia de ballet que tinha marcado, para essa noite, o espetáculo "O Lago dos Cisnes", no Coliseu do Porto.

O grupo de ballet estava alojado numa unidade hoteleira de Gaia junto à praia quando três rapazes e duas raparigas foram até ao areal, tendo dois deles entrado na água.

Pouco depois, os piores receios confirmavam-se e os dois rapazes debatiam-se contra a força das ondas. "Ouvi-os a gritar e um deles desapareceu. O outro, mais entroncado, conseguiu nadar até uma pedra e saiu da água", relembrou ao JN na altura uma testemunha.

O primeiro socorro partiu de um surfista que saiu do Bar das Pedras Amarelas onde guarda a prancha e entrou de imediato na água. Já não conseguiu localizar Ilya. Esgotado, acabou por ser resgatado da água pela primeira embarcação salva-vidas a chegar ao local.

As buscas, que envolveram meios de vulto durante dias, acabaram num nível operacional menor no final da semana, com patrulhamentos de rotina nas praias de Gaia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG