Serviços

Hospital de Gaia vai reencaminhar utentes pouco urgentes para centros de saúde

Hospital de Gaia vai reencaminhar utentes pouco urgentes para centros de saúde

A partir de dia 1 de janeiro, o Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho vai reencaminhar os utentes que recorram ao serviço de urgência e que sejam triados com baixa prioridade para os centros de saúde.

O programa "No sítio certo a horas certas" vai permitir que os utentes que são triados no serviço de urgência com baixa prioridade, nomeadamente com pulseira azul ou verde, sejam referenciados para o centro de saúde onde terão assegurada uma consulta no mesmo dia ou no dia seguinte, consulta essa agendada pelo hospital, adianta hoje o centro hospitalar em comunicado.

Contudo, explica, o reencaminhamento será sempre uma escolha do utente.

"Este programa irá permitir uma assistência mais cuidada, direcionada e eficaz, melhorando a qualidade da resposta por parte dos prestadores de cuidados de saúde e permitindo que cada instituição possa agir em função da sua diferenciação", refere.

O centro hospitalar espera uma "melhoria substancial" na satisfação dos utentes, assim como uma diminuição do número de casos não prioritários no serviço de urgência, que irá melhorar quer os tempos de resposta, quer a qualidade assistencial.

Nem sempre o serviço de urgência é o local com a resposta mais rápida para determinados casos, tendo as unidades de saúde, em muitas situações, uma resposta mais adequada, considera.

Os utentes serão atendidos "por quem melhor os conhece, no local mais adequado, com benefícios diretos também no serviço de urgência, cujos meios serão direcionados para quem mais precisa de um atendimento urgente em cuidados hospitalares".

Simultaneamente, sustenta o hospital, criam-se condições para um aumento da literacia em saúde junto dos utentes, prevendo-se uma redução do número de 'falsas urgências', cujo valor nacional ronda os 40%.

O "No sítio certo a horas certas" resulta do trabalho em rede entre o Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho, o Agrupamento de Centros de Saúde (ACeS) Gaia e o ACes Espinho Gaia.

Inicialmente, o programa destinar-se-á a utentes da Unidade de Saúde Familiar (USF) Afurada, USF Barão do Corvo e USF Arco do Prado, em conjunto com o Centro de Atendimento Complementar de Vilar de Andorinho.

O ACeS Espinho Gaia irá arrancar com este programa na próxima semana, nomeadamente na USF Espinho e a Unidade de Cuidados Saúde Personalizados (UCSP) Lever/Pedemoura.

Posteriormente, será alargado a toda a rede de cuidados primários da região de Gaia e Espinho, no distrito do Porto e de Aveiro, sublinha.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG