Projeto

Liga dos Amigos do Hospital de Gaia converte fábrica em equipamento social

Liga dos Amigos do Hospital de Gaia converte fábrica em equipamento social

A Liga dos Amigos do Centro Hospitalar de Gaia, presidida por Joaquim Massena, tem um projeto para Oliveira do Douro, que consiste em aproveitar uma antiga fábrica de pijamas e dar-lhe um novo uso, criando um equipamento destinado a apoiar as pessoas que, por razões de saúde, no seu dia-a-dia são acompanhadas por cuidadores.

Este é um dos objetivos da Liga dos Amigos para o próximo quadriénio, por parte da direção que toma posse esta quarta-feira, após eleições. A fábrica, na Rua do Pinheiro, faz parte do edificado doado por um particular à Liga e o seu destino ainda está dependente das conversações com a Câmara de Gaia, pois o local será atravessado por uma via.

Ali ou noutro sítio do concelho, resultante, por exemplo, de uma permuta de terrenos com a Autarquia, a Liga quer avançar com o projeto, que terá as valências de "alojamento temporário, loja social e distribuição de bens alimentares".

"Às vezes, as pessoas precisam de ser alojadas temporariamente para que os cuidadores e familiares consigam realizar as suas tarefas e necessidades", detalhou Joaquim Massena.

Outro dos objetivos para o próximo mandato é aumentar o número de associados, que agora são cerca de 4 mil. "Será lançada uma campanha para chegarmos aos 5000", adiantou.

Para estar filiado na Liga, o valor da quota é de um euro mensal. A partir deste mês de fevereiro, a direção proporcionará aos sócios "aconselhamento jurídico gratuito". A ajuda aos utentes do hospital será dada através de uma equipa de advogados, fiscalistas e especialistas em Ação Social.

A finalidade é "ajudar quem muitas vezes entra ou sai do hospital com problemas gravíssimos, mas sem força de vontade e sem recursos", como explicou o presidente.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG