Equipamento

Piscina Municipal do Maravedi em Gaia demolida por estar em risco

Piscina Municipal do Maravedi em Gaia demolida por estar em risco

Processo de reabilitação de equipamento municipal de Gaia está em marcha.

Encerrada desde agosto do ano passado devido a problemas na estrutura, a Piscina do Maravedi, em Gaia, vai ser "integralmente demolida". A Autarquia sublinha que, entre outros problemas, há "potencial risco para os alicerces" do equipamento.

Segundo a Câmara, a piscina municipal "apresenta cedências na zona do tanque, com perdas de água" e o facto de haver "infiltrações não controladas" poderá causar "potencial arrastamento de inertes". Assim, a solução encontrada foi a demolição da estrutura, "com exceção da fundação e da estrutura principal".

Para garantir a segurança daquele equipamento, construído em 1998, é necessário fazer uma intervenção de fundo. "Decidimos pelo encerramento, fazendo um projeto de arquitetura totalmente novo, com novas condições de segurança e de treino", explicou a Câmara, acrescentando que o projeto inclui "o reforço estrutural", com vista à resolução dos problemas.

Vai ter ginásio

Além de tratar "estas patologias", o projeto contempla a criação de "um tanque secundário e um ginásio". Nesta fase, "a obra está em fase de contrato dos projetos de especialidades", pelo que se irá avançar para concurso público após esse processo.

Para que os utentes não fiquem sem possibilidade de continuar a usufruir dos serviços prestados na Piscina do Maravedi, a Câmara garante estar "a estudar um protocolo com piscinas privadas" da zona envolvente, "para proporcionar o seu acesso aos utentes, em condições iguais às da piscina municipal", sublinhou a Autarquia.

No ano passado, após o encerramento do equipamento, o presidente da Câmara, Eduardo Vítor Rodrigues, admitiu que estava em causa um problema "que não era de fácil deteção nem de fácil resolução", estimando ser necessário um investimento de 2,5 milhões.

Situada na Rua Francisco Alexandre Ferreira, em Santa Marinha, a piscina municipal era utilizada por cerca de 1700 utentes.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG