Exclusivo

Queixas diárias de tiros e vandalismo no bairro do Cabo-Mor

Queixas diárias de tiros e vandalismo no bairro do Cabo-Mor

Despejados regressam às antigas casas, arrombam-nas e continuam a viver lá. Vizinhos temem represálias.

As queixas de perturbações e vandalismo no bairro do Cabo-Mor, em Gaia, tornaram-se regulares nas autoridades locais, mesmo depois de, no ano passado, terem sido despejadas algumas pessoas que ocupavam apartamentos ilegalmente e apontadas pelos vizinhos como autoras de parte dos desacatos. Barulho fora de horas, tiros e ameaças são as acusações mais frequentes dos moradores e vizinhos que vivem esta realidade há anos.

"Isto aqui é o lado podre de Gaia", alegou uma moradora ao JN que, tal como os restantes, pediu anonimato com medo de represálias. "São festas que começam à hora do jantar e acabam às sete da manhã. Muitos até vão trabalhar sem dormir", continuou. As queixas feitas ao longo dos anos são comunicadas à Câmara de Gaia e à PSP local. Ainda assim, são vários os testemunhos que declaram um impacto fraco das forças públicas no local: "já fiz várias queixas, porque também me afeta. Há até um homem que está a viver no apartamento do qual foi despejado. Chamámos a Polícia, mas não foi feito nada", contou outra moradora.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG