O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Poluição no rio Tejo há três anos sem culpados

Poluição no rio Tejo há três anos sem culpados

Ministério do Ambiente assegura ter reforçado a monitorização e prepara a implementação de um sistema de gestão inteligente.

Três anos depois do rio Tejo ter surgido com um manto de espuma branca com cerca de meio metro, na zona de Abrantes, o crime ambiental continua sem culpados. Na altura, o Ministério do Ambiente formalizou uma queixa-crime no Ministério Público, a que seguiu uma denúncia apresentada pelo movimento ambientalista ProTEJO. Ambas aguardam por uma decisão da Justiça.

Segundo apurou o JN, as duas queixas foram juntas num mesmo processo, que se encontra ainda "em fase de inquérito, sujeito a segredo de Justiça", de acordo com informações da Procuradoria-Geral da República (PGR).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG