Santarém

Ourém: só há oito pessoas a trabalhar nas Finanças, mas nos quadros estão 24

Ourém: só há oito pessoas a trabalhar nas Finanças, mas nos quadros estão 24

O presidente da Câmara de Ourém, Luís Albuquerque, enviou uma queixa à Direção de Finanças de Santarém sobre o funcionamento do serviço respetivo no concelho. Segundo explicou à comunicação social, apesar de o quadro ter 24 pessoas, só há oito a trabalhar, o que tem causado todo um conjunto de atrasos e queixas de munícipes, passando por advogados, solicitadores e técnicos de contas.

Refere a declaração, lida no decorrer da reunião de Câmara desta segunda-feira, 19 de outubro, que o presidente tem "vindo a ser confrontado com inúmeros relatos sobre a alegada escassez de recursos humanos no Serviço de Finanças de Ourém, e consequente arrastamento de processos e atraso nos serviços, naquele que pode ser considerado como o segundo maior Serviço de Finanças de todo o distrito de Santarém".

"Após uma abordagem cuidada ao ponto da situação, constatámos que o referido serviço não tem conseguido responder com a eficácia pretendida, nem tão-pouco com o brio desejado pelos seus próprios profissionais", acrescenta.

Leia mais em Médiotejo.net

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG