Caparica

Piloto reportou "falha do motor" após descolar de Cascais

Piloto reportou "falha do motor" após descolar de Cascais

O piloto da avioneta que, esta quarta-feira, aterrou de emergência numa praia da Costa de Caparica, em Almada, reportou "falha do motor cerca de cinco minutos após descolar" do Aeródromo Municipal de Cascais, disse à agência Lusa fonte aeronáutica.

As comunicações com a torre de controlo do Aeródromo de Cascais revelam que o piloto declarou emergência, indicando uma "falha do motor" e que ia "aterrar na praia". A torre de controlo questionou em que praia é que o piloto ia aterrar, tendo o mesmo respondido: "Na Cova do Vapor", estância balnear situada na União das freguesias de Caparica e Trafaria.

Contudo, a aeronave, modelo Cessna 152, fez uma aterragem de emergência na praia de São João, Costa de Caparica, Almada, tendo atingido mortalmente uma criança de oito anos e um homem de 56 anos, sem relação familiar.

A aeronave realizava um voo de treino com um aluno e um instrutor sénior, de 56 anos, com "elevada experiência e milhares de horas de pilotagem", explicou a escola de aviação Aerocondor, em comunicado.

Uma mulher de 45 anos ficou ainda com ferimentos ligeiros num dos braços e foi encaminhada para o hospital.