Almada

Socialistas tentam segurar antigo bastião da CDU

Socialistas tentam segurar antigo bastião da CDU

A corrida às autárquicas em Almada promete. Uma das grandes surpresas das autárquicas de 2017 aconteceu no concelho, com Inês de Medeiros, pelo PS, a vencer por 500 votos a CDU, que liderava a autarquia há décadas. A vitória foi só celebrada na madrugada dessa noite eleitoral e provocou surpresa até na candidata socialista.

Os comunistas entendem que o cenário não se vai repetir e por isso lançam Maria das Dores Meira, presidente da Câmara de Setúbal, habituada a ganhar com maiorias absolutas, e que na capital do distrito ganhou o carinho da população em geral.

A terceira força política no concelho, o PSD, que elegeu dois vereadores em 2017, vai apresentar Nuno Matias como cabeça de lista e concorre coligado com o CDS/PP. A deputada Joana Mortágua repete a candidatura pelo BE. Há quatro anos foi eleita como vereadora.

Nos partidos sem representação na Câmara, mas que concorreram nas passadas eleições, ainda não são conhecidos os candidatos do PAN, PCTP-MRPP e PTP. A novidade surge pelo Chega, que vai apresentar Manuel Matias.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG