Barreiro

Passageiros invadem cais de embarque da Soflusa após supressões de carreiras

Passageiros invadem cais de embarque da Soflusa após supressões de carreiras

Os passageiros que esperavam esta manhã de sexta-feira no terminal da Soflusa no Barreiro para embarcar nos navios rumo a Lisboa invadiram a plataforma de embarque depois de duas supressões de carreiras entre as 10 e as 11 horas.

A Polícia Marítima de Lisboa foi chamada para o local e chegou de lancha com três agentes para repor as condições de segurança. De acordo com fonte desta autoridade marítima, a embarcação Fernando Pessoa saiu lotada do Barreiro, o que levou a que muitos passageiros que esperavam por outra invadissem o cais de embarque.

"Chegou imediatamente outro navio, por volta das 12 horas, para que as pessoas que esperavam no cais embarcassem e a situação ficou normalizada", avança a mesma fonte.

No momento de maior confusão, houve pontapés em portas e até vidros partidos, mas até ao momento não chegou às autoridades qualquer queixa por dano.

Esta tarde, o secretário de Estado Adjunto e da Mobilidade, José Gomes Mendes, reúne-se com os sindicatos dos trabalhadores da Soflusa, no sentido de encontrar uma solução definitiva para a suspensão da greve dos mestres da empresa de transporte fluvial, anunciada para os próximos dias. A reunião decorre na sede da Soflusa/Transtejo, Terminal Fluvial do Cais do Sodré, e são esperadas conclusões a partir das 15 horas.