Sesimbra

Um praticante de parapente morto e dois desaparecidos na praia do Meco

Um praticante de parapente morto e dois desaparecidos na praia do Meco

Uma pessoa morreu e duas pessoas estão desaparecidas depois de se terem afogado, esta segunda-feira de manhã, na praia do Meco, em Sesimbra, Setúbal.

"Alegadamente, o grupo, constituído por dois homens e uma mulher, estava a praticar parapente e dois dos praticantes já tinham concluído a descida quando o terceiro elemento do grupo, uma senhora, caiu dentro de água", esclarece a Autoridade Marítima Nacional em comunicado.

Segundo apurou o JN, o parapente da mulher, de cerca de 40 anos, caiu junto ao mar, tendo as ondas projetado a vítima para dentro de água. Tentando socorrê-la, os dois homens acabaram por se afogar também. Um deles, na casa dos 30, foi encontrado em paragem cardiorrespiratória, tendo sido assistido pelos paramédicos, que acabaram por confirmar o óbito.

A mulher e o outro homem ainda se encontram desaparecidos.

Lúcio Pereira, morador em Alfarim, Sesimbra, testemunhou o incidente e disse ao JN que o vento que se fazia sentir na zona era muito forte e que estranhou o facto de as vítimas estarem a praticar parapente com tais condições meteorológicas. Relatou ainda que se apercebeu de dificuldades por parte dos desportistas, tendo dado o alerta às autoridades.

As vítimas, todas de nacionalidade austríaca, estavam instaladas num hotel de Sesimbra há cerca de uma semana, apurou o JN.

No local, estão elementos da Polícia Marítima de Setúbal, dos Bombeiros de Sesimbra e a VMER do Hospital de São Bernardo, em Setúbal, com 25 elementos e sete viaturas. O alerta foi dado às 11.51 horas.

As buscas por ar tiveram uma interrupção de cerca de uma hora, devido a uma avaria no helicóptero, que, entretanto, já retomou as operações. Por mar foi também ativada uma corveta da Polícia Marítima de Sesimbra. Como é habitual, as buscas irão terminar com o cair da noite, pelas 20.15 horas.

Outras Notícias