Em atualização

Viatura caiu no Cabo Espichel e homem de 45 anos morreu

Viatura caiu no Cabo Espichel e homem de 45 anos morreu

Um homem, de 45 anos, morreu este domingo devido à queda do automóvel em que seguia na zona do Cabo Espichel, no concelho de Sesimbra.

Segundo o capitão e comandante da Polícia Marítima de Setúbal, Luís Lavrador, o homem era o único ocupante da viatura automóvel, que caiu para "a base da falésia", e foi resgatado pelos militares do helicóptero da Força Aérea Portuguesa (FAP) "por volta das 18.45 horas".

"Foi uma queda de uns 100 metros e o carro estava todo amachucado. O corpo encontrava-se fora da viatura, mas não sabíamos se era o único ocupante", referiu o comandante da Polícia Marítima.

O corpo da vítima mortal vai ser transportado para os serviços de medicina legal do Hospital de São Bernardo, em Setúbal.

Contactada pela Lusa, fonte da FAP disse que o helicóptero EH101 Merlin acionado para a operação de resgate levantou voo da Base Aérea n.º 6 do Montijo às 17.50 horas, tendo chegado ao local da ocorrência às 18.05 horas.

O alerta para a queda do veículo foi dado aos bombeiros às 16.39 horas, disse à Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal.

O CDOS explicou, inicialmente, que a viatura tinha caído numa zona do Cabo Espichel situada por trás da igreja e que havia "uma vítima presa nas rochas", cujo estado de saúde não era, até esse momento possível apurar.

Como se tratava de um local de difícil acesso, sem condições de segurança para fazer descer uma equipa terrestre, pois, coincidia com a zona onde tinha ocorrido "uma derrocada há uma semana", foi acionado o meio aéreo da FAP.

Para o local, além do meio aéreo da FAP, foram mobilizados meios dos bombeiros, GNR, Polícia Marítima e Instituto Nacional de Emergência Médica, num total de 18 operacionais, apoiados por oito veículos.