Mau tempo

Chuva intensa provocou 43 inundações no distrito de Setúbal

Chuva intensa provocou 43 inundações no distrito de Setúbal

A chuva intensa que caiu na segunda-feira, durante a tarde e a noite, no distrito de Setúbal, provocou 43 inundações em habitações e vias públicas, sem causarem danos pessoais.

Em declarações à Lusa, fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal indicou que no distrito foram registadas, desde as 18:00 e até às 23:50 de segunda-feira, 62 ocorrências relacionadas com o mau tempo, a maioria inundações.

Há ainda a registar 15 quedas de árvores e a queda de várias estruturas, adiantou a mesma fonte.

Segundo o CDOS, a cidade de Setúbal, onde ocorreram cerca de 20 inundações, foi a mais afetada.

Também foram registadas inundações em Almada, Palmela, Moita e Barreiro.

Portugal continental está sob o efeito da depressão Bárbara, desde a tarde de segunda-feira e até ao final do dia de hoje, que dará origem a precipitação forte, aumento da intensidade do vento com rajadas até 100 quilómetros por hora e até 130 quilómetros por hora nas terras altas e agitação marítima, em especial na costa da região sul, de acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Para segunda-feira, o IPMA colocou os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Vila Real, Bragança, Aveiro, Coimbra, Guarda, Castelo Branco, Portalegre, Leiria, Santarém, Lisboa e Setúbal sob aviso laranja entre as 18:00 e as 00:00 de terça-feira devido à previsão de chuva forte e persistente e vento forte.

Outras Notícias