O Jogo ao Vivo

Exclusivo

PS de Setúbal quer criar uma comissão de conduta da autarquia

PS de Setúbal quer criar uma comissão de conduta da autarquia

O PS pediu esta terça-feira antes do início da Assembleia Municipal de Setúbal a marcação de uma Assembleia Extraordinária para votar a criação de uma Comissão de Fiscalização da Conduta da autarquia no acolhimento de refugiados ucranianos. Paulo Lopes, deputado do PS, criticou o presidente da autarquia setubalense por não responder às questões colocadas pelos socialistas e apresentou uma moção de censura à CDU.

"Queremos saber se houve refugiados a fugir de Setúbal depois desta situação, se há capacidade para acolher refugiados, quem pediu que Igor Khashin realizasse as entrevistas aos refugiados em nome da câmara, tendo em conta que não é funcionário da autarquia", disse Paulo Lopes. "Estas e muitas outras questões estão por responder e, por isso, o PS apresenta uma moção de censura à atuação política do presidente da câmara e do executivo CDU", prosseguiu Paulo Lopes, apresentando depois um requerimento para uma nova Assembleia Municipal para votar a criação de uma Comissão de Fiscalização da Conduta da autarquia no acolhimento de refugiados ucranianos.

Em resposta, João Afonso, deputado do PCP, referiu que esta polémica mostra "que o que está em causa são os resultados das eleições de setembro, e há partidos que não suportam o resultado". "Compreendemos as frustrações, mas a população confia na CDU, como se alguém no seu juízo considere que o PCP apoia a guerra ou Putin", avançou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG