O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Água chegou tão tarde a aldeia que até há quem não a queira

Água chegou tão tarde a aldeia que até há quem não a queira

Habitantes da aldeia de Ermelo, em Arcos de Valdevez, vão continuar a abastecer-se nas nascentes. Preferem o sistema caseiro à ligação à rede da Águas do Alto Minho.

A empresa Águas do Alto Minho (AdAM) concluiu este mês as obras de ligação da rede pública de abastecimento de água à freguesia serrana de Ermelo, em Arcos de Valdevez, num investimento que rondou os 200 mil euros. As infraestruturas estão operacionais, com caixas para instalação de contadores em todas as casas, mas entre os menos de 100 habitantes da aldeia há quem não tencione contratar o serviço.

Principalmente, os que, por força da necessidade, investiram em sistemas próprios ligados a nascentes, argumentam que se sentem "servidos". Comentam que apesar da ligação à rede "ser bem-vinda", já chega "muito tarde". "Estamos no século XXI e só agora é que chegou a água, tal como temos aqui a 1000 metros a barragem e só em 1981 é que foi instalada aqui a eletricidade.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG