Arcos de Valdevez

Trinta pessoas retiradas de aldeia para prevenir tragédia como a de há 19 anos

Trinta pessoas retiradas de aldeia para prevenir tragédia como a de há 19 anos

A Câmara Municipal de Arcos de Valdevez anunciou esta tarde a evacuação total do Lugar de Frades, em Portela, para prevenir uma eventual tragédia como a que aconteceu há 19 anos, com a morte de quatro pessoas devido a um deslizamento de terras. A autarquia informou que trinta pessoas serão realojadas enquanto se mantiver a atual situação meteorológica e "até que sejam obtidos dados que garantam o retorno à normalidade no Lugar".

Em comunicado enviado às redações, aquela autarquia adianta ainda que a decisão foi tomada pela Comissão Municipal de Proteção Civil de Arcos de Valdevez, "tendo presente o trágico acidente ocorrido em 7 de dezembro de 2000, onde houve um deslizamento de terras que vitimou 4 pessoas e destruiu parte do lugar". Para tal foram tidos em conta "os dados da precipitação apresentados pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA) relativos ao posto meteorológico do Extremo e as más condições meteorológicas previstas para o dia de hoje e amanhã".

Também foi tida em conta "a análise efetuada a estes dados pelos especialistas José Brilha e Renato Henriques, da Universidade do Minho, que realizaram o estudo "Risco de Movimentos de Vertente na Povoação de Frades".

Em 7 de dezembro de 2000 ocorreu em Frades, após um longo período de chuvas, um deslizamento de terras com arrastamento de escombros, rochas e lamas ao longo de 200 metros, em declive. As quatro vítimas mortais foram apanhadas, sem escapatória, quando se encontravam em casa. O resgate dos corpos foi concluído a 13 de dezembro, uma semana depois da tragédia.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG