Vila Praia de Âncora

Forte da Lagarteira vai acolher núcleo museológico do mar

Forte da Lagarteira vai acolher núcleo museológico do mar

O Forte da Lagarteira, situado junto ao portinho de pesca de Vila Praia de Âncora, está a ser alvo de obras de requalificação e vai acolher um novo núcleo museológico dedicado ao mar.

Segundo comunicado divulgado hoje pela câmara de Caminha, as obras em execução representam um investimento superior a 200 mil euros, financiado pelos programas Norte 2020 e Mar 2020.

A intervenção dará "uma nova vida" ao forte com a instalação do "Espaço da Memória do Mar de Vila Praia de Âncora".

PUB

"A câmara tem vindo a assumir a gestão do monumento e, por diversas vezes, criámos aqui eventos, abrimos as portas ao público e tentámos dar mais visibilidade e mais vida a um espaço tão importante e tão querido das nossas gentes", afirma o autarca de Caminha.

"Estamos a executar a obra e em breve teremos aqui mais um polo de atração, de preservação e partilha da nossa memória comum, nesta terra de mar e de marinheiros, de pescadores e de gente que ama estas praias, estas rochas e as muitas histórias que estes espaços encerram", refere o autarca Rui Lages.

Segundo o comunicado da autarquia, o futuro espaço será vocacionado para a divulgação do "património cultural e natural marítimo da costa do concelho de Caminha". E das "raízes históricas" de Vila Praia de Âncora, onde "o mar foi, desde a origem, o garante económico de gerações e gerações de habitantes".

O núcleo museológico vai ter um espaço onde o visitante poderá "admirar o fundo marinho da costa atlântica, entrando em contacto com a fauna e flora subaquática da região, numa experiência inovadora e totalmente imersiva".

O Forte da Lagarteira foi classificado como Monumento de Interesse Público em 1967.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG