Premium

Pescadores de Vila Praia de Âncora navegam sem farol

Pescadores de Vila Praia de Âncora navegam sem farol

Portinho está há três anos sem sinal luminoso. Docapesca garante que irá colocar um provisório na próxima semana.

Os pescadores de Vila Praia de Âncora estão há cerca de três anos sem farol para os orientar nas saídas para o mar e nos regressos a terra. A situação tem sido alvo de queixas da comunidade piscatória, que se socorre do conhecimento das rotas marítimas e da própria experiência, para, à falta do sinal luminoso, "navegar à vista".

A questão foi levantada, recentemente, por Liliana Silva, deputada pelo distrito de Viana do Castelo (PSD). Enviou um alerta à Direção de Faróis, que reconheceu "a pertinência" do tema, do qual tinha conhecimento e remetendo o caso para o Ministério da Defesa. O JN contactou a tutela, que informou que, fruto de alterações à legislação, a responsabilidade do farol está sob a alçada da Docapesca, que respondeu ter tomado "conhecimento da situação, pelo que, na próxima semana, será colocada uma lanterna provisória, em coordenação com a Direção de Faróis". E adiantou que "em setembro, foi efetuado um levantamento de necessidades para a reabilitação profunda da infraestrutura", na sequência do qual "será agora realizado o procedimento concursal da empreitada, para que esta tenha início até final do ano, e onde se incluirá também a colocação da lanterna definitiva".