Dia dos Namorados

Serenatas porta a porta em Caminha para celebrar o amor

Serenatas porta a porta em Caminha para celebrar o amor

Oito músicos foram convidados pela Câmara Municipal de Caminha a fazer serenatas porta-a-porta, neste Dia dos Namorados. As canções a pedido, por desafio da autarquia, tiveram a adesão de 21 pessoas e estão a surpreender casais e também vizinhos, pais e avós.

Luísa Sousa e Vítor Pombal, juntos há 17 anos, foram dos primeiros a celebrar o amor de forma diferente este domingo. O pedido foi de Luísa e uma serenata bateu-lhes à porta para surpresa do marido. "Não estava minimamente à espera que fosse algo do género. Quando ela me falou que iria acontecer alguma coisa hoje de manhã, pensei que seria no Facebook ou videoconferência. Não imaginei que fosse alguém a bater-me à porta e muito menos a cantar e a fazer uma serenata", confessou Vítor, emocionado após escutar à sua porta "Love of my life" dos Queen.

A música foi interpretada pelo casal de músicos (e também apaixonado) de Caminha, Evita e Marco Brantner. "Fiz, porque se me fizessem a mim, gostava", afirmou Luísa, que esteve o tempo todo da canção a tentar conter as lágrimas.

As serenatas ao domicílio foram promovidas, segundo o Presidente da Câmara Municipal de Caminha, Miguel Alves, para celebrar o amor em todas as suas variantes. "O que quisemos assinalar neste Dia dos Namorados, que é um dia em que temos de estar em casa por obrigação por causa da pandemia, é que o amor existe. E é mais forte do que a doença", indicou o autarca. "O amor existe, batendo à porta das casas da pessoas e das serenatas que fazemos, deste amor apaixonado, mas também do amor filial e de empatia que nos leva aos nossos amigos e à nossa família", acrescentou.

A iniciativa, além de surpreender amores, amigos e familiares em casa, também foi bater à porta dos quatro lares de terceira idade daquele concelho.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG