Melgaço

Meio milhão de euros para levar fibra ótica a freguesias de montanha em Melgaço

Meio milhão de euros para levar fibra ótica a freguesias de montanha em Melgaço

Foi publicado esta sexta-feira, no Jornal Oficial da União Europeia, um procedimento de contratação para "Aquisição de serviços para ligação física em fibra ótica de pontos de interesse no Concelho de Melgaço.

Segundo fonte da Câmara de Melgaço, o "concurso Limitado por prévia qualificação com publicidade internacional" tem como valor base cerca de meio milhão de euros. E prevê instalação de fibra ótica em cinco freguesias de montanha daquele concelho: Castro Laboreiro, Lamas de Mouro, Gave, Cubalhão e Parada do Monte.

O prazo de execução é de 15 meses e abrange "locais/pontos de interesse". Em Castro Laboreiro, a Biblioteca Municipal, o Núcleo Museológico, a Junta de Freguesia, um Mupi digital, o Centro Cívico, a Residência Paroquial e as capelas das aldeias de Ribeiro de Cima e Ribeiro de Baixo.

Em Lamas de Mouro, será beneficiada a Porta do Parque Nacional da Peneda Gerês (PNP, o Parque de Campismo e a Junta de Freguesia). Em Cubalhão, também a Junta de freguesia e dois Centros de Convívio.

Em Parada do Monte, a sede da Junta, o Centro do Alto Mouro, o novo edifício do Centro do Alto Mouro, o Centro Paroquial e a Escola Cortegada. E em Gave, a Junta de Freguesia, a Fabrica da Igreja e a antiga sede da Junta.

De acordo com a mesma fonte, a instalação de fibra ótica naquelas zonas tem, entre vários objetivos, "colmatar a divisão digital e promover a igualdade social e a igualdade de oportunidades no acesso a serviços avançados de comunicações". E "combater a desertificação do território, fixando a população, minimizando o êxodo rural e atraindo indivíduos e famílias na procura de maior qualidade de vida". Além de "estimular o desenvolvimento do território".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG