Monção

Campeão dos ralis à Lampreia voltou ao pódio este fim-de-semana

Campeão dos ralis à Lampreia voltou ao pódio este fim-de-semana

António Borges voltou este domingo a vencer o Rali à Lampreia de Monção, desta vez ao volante de um Lotus Seven 2.0. O piloto já se tornou uma referência na prova, tantas as vezes que já repetiu o pódio. Venceu em 2018 e mais uma vez liderou este ano, seguido de João Paulo Martins e Márcio Araújo, ambos ao volante de Kartcross 1.0.

Com três classificativas, incluindo uma inédita noturna realizada no sábado ao noite, o rali monçanense, contou também nesta edição com duas mulheres na competição. Sofia Mouta e Isabel Vieira foram as mulheres entre 51 pilotos oriundos de Portugal, Galiza, Alemanha e Suíça. A primeira, que já tinha participado sozinha naquele rali em 2017, ficou em 37.º lugar, a conduzir um Audi TT. E Isabel Vieira, que se estreou nos ralis, este fim-de-semana, ao volante de um Mini Cooper Diesel, ficou na 39.ª posição. Foi incentivada pelo companheiro Alex Pereira, piloto habitual e vencedor já por duas vezes do Rali à Lampreia.

Esta prova, que se realiza desde 1967 com algumas interrupções pelo meio, proporcionou este ano mais espetáculo e maior do impacto económico na vila de Monção, por causa da grande afluência de publico registada durante o fim-de-semana. "Sem concretizar ainda dados, não tenho dúvidas que o facto de termos antecipado o rali para o sábado à noite, duplicou o impacto na hotelaria, que esteve esgotada, e depois em tudo o que está à volta, restauração, cafés e comércio", declarou ontem o presidente da Câmara de Monção, António Barbosa.

Imobusiness