Ponte de Lima

Jovem atropelado duas vezes na A3 morreu no hospital de Braga

Jovem atropelado duas vezes na A3 morreu no hospital de Braga

O jovem atropelado na A3, por um veículo de matricula espanhola, onde seguiam um casal e duas crianças, e por outro que não parou no local, acabou por morrer no hospital de Braga, para onde foi transportado ainda com vida.

Segundo informação do Comando Territorial da GNR de Viana do Castelo, o jovem de 17 anos (e não com 20 anos conforme informação inicial) seguia "à pendura" numa viatura que estava parada na berma da autoestrada, ao quilómetro 96, e encontrava-se no exterior.

Foi colhido, num primeiro momento, por um carro de matrícula espanhola, que parou no local. E depois por um outro que seguiu a marcha. No primeiro veículo seguia um casal com dois filhos - uma menina de cinco anos e um bebé de sete meses.

Ao JN, o Comandante dos Bombeiros de Ponte de Lima, Carlos Lima, disse que o condutor deste veículo relatou que viu fumo a sair da viatura parada e quando se apercebeu já tinha embatido no jovem. A vítima, "um politraumatizado grave, que se encontrava inconsciente", foi assistida no local pelos meios dos Bombeiros e INEM, transportada para o hospital de Braga, onde acabou por falecer.

A família que seguia no veículo que embateu no jovem foi transportada para o hospital de Viana do Castelo "por precaução".

Outros Artigos Recomendados