Ponte de Lima

Almoço para 600 convidados da Páscoa de Fontão adiado para 2021

Almoço para 600 convidados da Páscoa de Fontão adiado para 2021

A tradição pascal do mordomo da Cruz de Fontão, em Ponte de Lima, que envolve um almoço para toda a aldeia, foi adiada para 2021.

Este ano, o mordomo Norberto Fernandes, de 62 anos, a quem competia organizar e pagar a refeição, previa juntar à volta de 600 convidados.

Cerca de 30 vinham de França, Luxemburgo, Canadá e EUA. "São pessoas amigas que para mim são como família e que já tinham bilhetes comprados para vir. Tivemos de cancelar tudo. É uma tristeza, mas ficará para o ano, se Deus quiser", lamenta o empresário do ramo das madeiras, natural de Fontão, a quem no almoço de Páscoa de 2019, o seu irmão Orlando, entregou o testemunho para cumprir a tradição no ano seguinte. "Chorei. Foi uma emoção muito grande, que não consigo descrever. Não estava a contar", recorda, referindo que, além do orgulho de ser mordomo, uma vez na vida, iria assinalar uma data importante.

"O meu sogro, Jesus Gonçalves, foi mordomo da Cruz há 50 anos. E eu este ano ia calçar as luvas que ele usou na altura e o almoço ia ser servido em parte na loiça da Vista Alegre que ele usou", desabafa, comentando: "Já tínhamos quase tudo preparado para 500 a 600 pessoas. Já tínhamos percorrido um terço da freguesia a fazer o convite e as pessoas estavam a aderir muito. Batemos às portas todas, do rico e do pobre".

Norberto tinha pensado pensado servir filetes, cabrito e vitela, e, claro, doçaria de Páscoa, mas o repasto vai ter de esperar. "Reuni com o senhor padre há três semanas e na altura ainda ficamos um pouco na dúvida, mas entretanto vimos que não havia condições", conta, concluindo: "O que mais me custa é que seja adiado por uma coisa tão grave. Esta é a festa do povo. Nós somos os organizadores, mas sem o povo não havia nada disto. Vai ser uma tristeza em Fontão Não consta que alguma vez não se tenha realizado aqui a Páscoa".

Outras Notícias