O Jogo ao Vivo

Covid-19

Juntos na vida e na morte: a história de Rosa e Casimiro

Juntos na vida e na morte: a história de Rosa e Casimiro

Rosa Dantas, de 89 anos, e Casimiro Dias, de 91, nunca se separaram. Até na hora da morte. Naturais de Anais, Ponte de Lima, eram utentes do lar de Nossa Senhora da Conceição, no município limiano, há cerca de dois anos e meio. Adoeceram os dois com covid-19, foram internados no hospital de Viana do Castelo, com uma diferença de quatro dias, e acabaram por morrer no mesmo dia num curto espaço de tempo. Quem com eles contactou de perto no lar descreve-os como uma "casal especial que o destino não quis separar".

"O senhor entrou aqui já acamado e a senhora era ainda muito ativa. Nunca abandonava o marido. Praticamente não saía do quarto, porque não o queria deixar sozinho. Só saía mesmo para fazer as refeições no refeitório e era sempre a última, para evitar estar o máximo de tempo possível fora do quarto", contou ontem ao JN a diretora técnica do lar. Carla Vieira relata que "a senhora tinha ido para o hospital com covid-19 no dia 5 e o senhor foi no dia 9. Entretanto, na quinta-feira faleceu um e passado uma hora, duas no máximo, morreu o outro".

Para aquela responsável, não restam dúvidas de que "a forte ligação" que tinham Rosa e Casimiro ditou a morte de ambos quase em simultâneo. "Faz sentido. Acho que o destino não os quis separar de alguma forma. Se existe alguma força divina, foi ela a responsável por esta situação. A ligação deles era de tal maneira forte que ao ir um acabou por ir o outro", comentou. Carla Vieira nunca mais esquecerá um casal "realmente especial".

O funeral dos dois idosos realizou-se esta sexta-feira.

No lar de Nossa Senhora da Conceição já faleceram três utentes com covid-19 e há dois internados. Nas instalações da instituição permanecem isolados 60 positivos. Os únicos dois que não estão infetados foram instalados num andar de uma unidade hoteleira da vila de Ponte de Lima.

Num segundo lar da mesma instituição, na freguesia de Refóios, também em Ponte de Lima, os 34 utentes acusaram negativo em testes efetuados esta sexta-feira.

PUB

Figueira da Foz

Três lares ou instituições particulares de solidariedade social da Figueira Foz registavam ontem 131 casos ativos para a covid-19, entre os 424 ativos no concelho. De acordo com uma nota da Câmara, há 38 casos ativos no Cantinho do Marnoto, 22 no Centro Viegas Nascimento e 71 no Lar Nossa Senhora da Conceição.

Leiria

O Centro Hospitalar de Leiria anunciou ontem que vai manter a suspensão da entrada de acompanhantes, visitas e cuidadores por mais um mês, justificando a decisão com o contexto da pandemia. A proibição tinha sido aplicada no dia 1 de novembro e estaria em vigor até dia 14 de novembro. No entanto, o conselho de administração decidiu estender a medida até 14 de dezembro.

Caminha

O centro de dia de Vilarelho, no concelho de Caminha, foi encerrado após quatro funcionárias terem testado positivo à covid-19, tendo sido ontem desencadeado o rastreio da doença aos 20 utentes da instituição.

Lamego

A Câmara de Lamego anunciou que desde ontem estão encerrados todos os equipamentos culturais, turísticos e desportivos e todos eventos programados ficam suspensos enquanto vigorar o estado de emergência.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG