Viana do Castelo

Lar em asfixia financeira pede ajuda para atender 181 idosos em Ponte de Lima

Lar em asfixia financeira pede ajuda para atender 181 idosos em Ponte de Lima

O lar Nossa Senhora da Conceição em Ponte de Lima lançou esta quarta-feira um apelo à população para que ajude a instituição, que "atravessa uma grave situação financeira e estrutural".

Os responsáveis pedem donativos em dinheiro e material de proteção, para atender aos 111 idosos que acolhe em regime residencial e aos 70 a que presta apoio domiciliário.

A instituição com 95 funcionários, encontra-se endividada e caiu no vazio diretivo, por demissão dos seus órgãos. Com a crise sanitária da Covid-19, desespera com os recursos materiais e humanos a esgotar-se.

"O pedido de ajuda para o lar é que, neste momento, existem mais de 100 mil euros de dividas a fornecedores, e é necessário adquirir material extra de proteção individual dos trabalhadores", disse ao JN, o presidente do Conselho Fiscal, Abel Batista, adiantando que, devido à situação financeira da instituição, "as transferência da segurança social apenas dão para pagar salários". "O que se está a pedir é donativos e pagamento de quotas para ver se se consegue equilibrar as contas e não haja rutura de fornecimentos por falta de pagamento", referiu.

Num comunicado que está a ser partilhado nas redes sociais, o presidente da Mesa da Assembleia Geral da Casa de Caridade Nossa Senhora da Conceição, que assina o documento, escreve: "(...) antevemos que em pouco tempo não teremos qualquer possibilidade de acudir às necessidades prementes nos dias que correm, o que nos deixa deveras angustiados e ansiosos face à simples ideia de não termos meios de proteger quem confia em nós".