O Jogo ao Vivo

Minho

Ministro anuncia 50% de desconto para empresas nas portagens da A28

Ministro anuncia 50% de desconto para empresas nas portagens da A28

O ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, anunciou esta sexta-feira a aplicação a partir de 2019 de um desconto de 50% nas portagens da A28 (Viana-Porto) para o transporte de mercadorias.

A medida de redução das portagens para os veículos de mercadorias nas autoestradas do interior aplicar-se-á a "empresas fixadas em territórios de baixa densidade", abrangendo, segundo o governante, "grande parte do território do Alto Minho".

Pedro Marques falava em Valença, numa cerimónia que marcou o arranque da segunda fase de eletrificação dos 49 quilómetros da Linha do Minho, entre Viana e a fronteira, que custará 18,1 milhões de euros e tem um prazo de execução de 22 meses.

O governante informou que no troço entre Nine e Viana, onde decorre a primeira fase da empreitada, a concluir "nas próximas semanas", deverão entrar em circulação comboios elétricos ainda este ano. A modernização da linha até à fronteira custará 86 milhões de euros e estará concluída na sua totalidade no início de 2020.

Os descontos nas portagens

Desde 2016 que os veículos de transporte de mercadorias das classes 2, 3 e 4 têm entre 15% a 20% de desconto nas taxas de portagem na A4 (Transmontana e Túnel do Marão), A22 (Algarve), A23 (Beira Interior), A24 (Interior Norte) e A25 (Beiras Litoral e Alta).

Com a nova medida do Governo, as viaturas de mercadorias passarão a ter mais 15% de desconto no período diurno e mais 20% no período noturno (das 20 horas às 08 horas) e fins de semana nas autoestradas anteriormente descritas e também na A13 (Pinhal Interior) e na A28 (Norte Litoral).

Já para os veículos de transporte de mercadorias das classes 1, 2, 3 e 4 de empresas sediadas e com atividade nos concelhos de baixa densidade, os descontos abrangem "mais de 25% em todos os períodos horários", avançou o responsável.

Assim, no período noturno, um veículo de mercadorias afeto a uma empresa sedeada no interior que pagava 34,55 euros na A25 em 2015, antes da entrada em vigor dos descontos, vai começar a pagar 7,35 euros, o que corresponde a um desconto de 79%.

Esta redução das portagens é uma das medidas que consta no Programa de Valorização do Interior, que foi apresentado, este mês, em Conselho de Ministros Extraordinário, que decorreu na Pampilhosa da Serra, no distrito de Coimbra