Exclusivo

Valença: uma escola pública que precisa de segurança privada

Valença: uma escola pública que precisa de segurança privada

Semana começou com GNR à porta e alunos a faltar às aulas por causa de mais um episódio de violência em Valença. Empresa de vigilância contratada pela Câmara começa a trabalhar quinta-feira.

Dois elementos de uma empresa de segurança privada vão fazer vigilância na EB 2, 3 e Secundária de Valença a partir da próxima quinta-feira. O serviço foi contratado pela Câmara, após uma escaramuça no refeitório ter provocado quatro feridos, na passada sexta-feira, conforme noticiou o JN. O caso gerou uma onda de indignação na comunidade educativa, por se tratar de uma situação recorrente e atribuída "ao mesmo grupo de alunos".

Ontem, o dia começou com patrulhas da GNR à porta e a maioria dos alunos a faltar às aulas, por decisão dos pais, em protesto contra o alegado clima de insegurança que se vive na escola.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG