Recursos

Águas do Alto Minho operacional em janeiro de 2020

Águas do Alto Minho operacional em janeiro de 2020

A Águas do Alto Minho (ADAM), empresa de exploração e gestão do sistema de águas de sete municípios do distrito de Viana do Castelo, estará operacional a partir de 1 de janeiro de 2020.

A Câmara de Viana do Castelo aprovou já esta quinta-feira o novo regulamento e organigrama do quadro de pessoal dos Serviços Municipalizados e Saneamento Básico de Viana do Castelo (SMSBVC), cujos atuais cerca de 300 trabalhadores migrarão em grande parte para a nova empresa.

"Aprovamos hoje que a área funcional do abastecimento de água e águas residuais, ficará suspensa por motivos da concessão a partir do dia 1 de janeiro, sendo transferida para a nova entidade. E que ficam garantidos também os direitos dos trabalhadores, no caso de fazerem acordos, com a empresa", declarou o autarca de Viana do Castelo, José Maria Costa, referindo que pelas conversações que decorrem sobre o acordo coletivo de trabalho para a migração dos colaboradores, se perspetiva "uma grande adesão".

"Estamos a falar num universo de cerca de cento e tal a 200 trabalhadores, que são desde engenheiros, dirigentes, técnicos, quadros superiores a operacionais das diversas divisões", explicou, adiantando que "o novo Conselho de Administração da ADAM tem vindo a falar com cada um deles sobre os desafios da nova empresa e as condições em que poderão migrar não perdendo regalias e tendo acréscimos em muitas áreas".

Além de uma boa parte dos trabalhadores dos SMSBVC, a nova empresa ficará também com as instalações daqueles serviços na Rua Frei Bartolomeu Mártires em Viana.

A ADAM foi constituída em julho de 2019 para a exploração e gestão do sistema de águas de Arcos de Valdevez, Caminha, Paredes de Coura, Ponte de Lima, Valença, Viana do Castelo e Vila Nova de Cerveira, através de uma parceria entre o Estado e aqueles sete municípios. Do distrito de Viana, três concelhos, Monção, Melgaço e Ponte da Barca, optaram por continuar a gerir ou deixar nas mãos de junta de freguesia sistemas de água e saneamento, não integrando a ADAM.