Igreja

Bispo confirma saída de "padre motard" para paróquias de Valença

Bispo confirma saída de "padre motard" para paróquias de Valença

A Diocese de Viana do Castelo publicou, este sábado, na sua página oficial, novas nomeações sacerdotais, confirmando saídas polémicas como a do pároco Ricardo Esteves das paróquias de Lanhelas, Seixas e Vilar de Mouros, em Caminha.

Apesar de protestos da população, o Bispo D. Anacleto manteve-se firme e nomeou Ricardo Esteves para assumir cinco paróquias de Valença: Gandra, Taião, Sanfins, Boivão e Gondomil. Será substituído nas três que deixa em Caminha, pelo padre Manuel Pinto, que há cerca de um ano foi alvo de contestação na paróquia de Darque, de onde acabou por sair para "fazer um doutoramento em Direito Canónico". E substituirá nas paróquias de Valença o Monsenhor José Caldas Esteves, que transita para as paróquias de Castelo do Neiva, Darque, Mazarefes e Vila de Punhe, em Viana do Castelo.

Recorde-se que em agosto, após conhecimento da possível saída de Ricardo Esteves, a população das paróquias mobilizou-se em protesto contra a saída, lançando um abaixo-assinado e colocando junto à igreja de Seixas faixas com a palavra "Fica". Na altura, o pároco comentou: "Sabia que um dia isto tinha que acontecer. Sempre disse ao Senhor Bispo, desde o dia da minha ordenação, que estava disponível para a mudança, mas não estava era à espera que fosse desta forma, num tempo tão curto e limitado. Estou aqui para obedecer, mas gostava de ficar mais três anos".

A lista de novas nomeações hoje divulgada confirma ainda outra saída contestada pelo povo: padre Álvaro de Sá, até agora pároco de Calvelo, Ponte de Lima. Sai para a paróquia de S. Julião de Freixo, naquele mesmo concelho, sendo substituído pelo padre Agostinho de Barros. Em setembro, uma faixa com os dizeres "Padre Álvaro não nos abandones" foi colocada junto à igreja de Calvelo.

Da listagem oficial da Diocese de Viana não consta, contudo, a aguardada nomeação de um novo pároco para Santa Leocádia de Geraz do Lima, onde desde a Páscoa não se realizava missa devido a um protesto da população. Após o falecimento aos 90 anos do padre João Viana, que tomou conta daquela paróquia durante seis décadas (1958-2018), foi indicado para a assumir o padre Adão Lima, mas os paroquianos não aceitaram. O "Jornal de Notícias" sabe que a nomeação se mantém e que este domingo será realizada missa na paróquia por um outro sacerdote que informará a população do que estará decidido pela Diocese.

Das nomeações hoje publicadas, consta também a do novo Reitor do Santuário do Sagrado Coração de Jesus, Templo do Monte de Santa Luzia, que passa a ser o padre Albino Fonseca. O sacerdote deixa as paróquias de Nogueira, Vilar de Murteda e S. Lourenço da Montaria, em Viana do Castelo.