Óbito

Bispo de Viana do Castelo morre em despiste na A2

Bispo de Viana do Castelo morre em despiste na A2

Um despiste ocorrido esta sexta-feira de manhã na A2, no sentido Sul/Norte, na zona de Almodôvar, distrito de Beja, provocou a morte ao bispo de Viana do Castelo, D. Anacleto Oliveira.

Anacleto Oliveira regressava de umas férias no Algarve, quando sofreu o acidente fatal. O Bispo de Viana do Castelo, natural de Cortes, Leiria, tinha 74 anos. Era natural de Cortes, Leiria, e bispo da Diocese de Viana do Castelo há 10. Preparava-se, segundo fonte daquele Diocese, para "pedir a resignação ao cargo de Bispo Diocesano no próximo ano, quando cumprisse 75 anos".

A Diocese de Viana do Castelo publicou esta tarde uma nota de pesar: "A vida está nas mãos do Senhor. De facto, ainda no Domingo passado escutávamos, pelas palavras de S. Paulo que, 'quer vivamos quer morramos, pertencemos ao Senhor' (Rm. 14, 8). É nesta esperança pascal, que comunicamos o falecimento do nosso querido Bispo Diocesano, D. Anacleto Cordeiro Gonçalves de Oliveira, de forma inesperada, ao final da manhã de hoje, vítima de um acidente de viação. As circunstâncias excecionais que nos envolvem aconselham-nos, por isso, a uma oração reforçada, assim como à serenidade e tranquilidade próprias de quem coloca o seu coração no Senhor".

Também a Câmara Municipal de Viana reagiu "com consternação e pesar", lamentando "a perda de uma personalidade afável, dialogante e profundamente interessada na vida das populações do Alto Minho". A autarquia referiu ainda "a atividade desenvolvida por D. Anacleto com a publicação de muitos textos, reflexões e cartas pastorais de grande profundidade teológica e de profundo sentido pastoral". E destacou que este "foi também um paladino discreto, mas muito ativo, na prossecução dos trabalhos que levaram à beatificação de São Bartolomeu dos Mártires".

Outras Notícias