Viana

Buscas infrutíferas ao segundo dia para encontrar pescador desaparecido

Buscas infrutíferas ao segundo dia para encontrar pescador desaparecido

Foi infrutífero o segundo dia de buscas para encontrar o pescador, de 64 anos, desaparecido no sábado ao largo de Viana do Castelo.

A embarcação de recreio, com seis metros, onde Arisberto Guia saiu para pescar no sábado de manhã, foi encontrada no mesmo dia às 17.10 horas, cerca de uma hora depois da mulher ter dado o alerta para o desaparecimento. Foi detetada pela Polícia Marítima, a cerca de três milhas da costa, e rebocada para terra. No interior foram encontrados pertences do pescador, nomeadamente, os seus telemóveis.

Segundo o Comandante da Capitania do Porto de Viana do Castelo, Luís Matias, este domingo foram empenhados na operação de buscas, no mar, em terra e pelo ar, o NRP João Roby da Marinha Portuguesa, o Salva-vidas Atento, lanchas e elementos da Polícia Marítima e um helicóptero Alouette da Força Aérea, mas nada foi detetado. "O corpo poderá estar submerso, porque se estivesse à superfície, com as pesquisas que fizemos tínhamo-lo encontrado. Retomaremos amanhã de manhã [segunda-feira]", adiantou, referindo: "No sábado fizemos buscas até cerca das 22 horas, ainda na esperança de o encontrar vivo".

Arisberto Guia, residente em Viana do Castelo, é um pescador popular na zona da Ribeira, conhecido por "Berto" e com dom para cantar o fado. Praticava habitualmente pesca lúdica.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG