viana do castelo

Fogo cortou A27 e ameaçou povoações

Fogo cortou A27 e ameaçou povoações

Um grande incêndio, que lavrou durante a tarde de sábado nas duas margens da A27 entre Viana e Ponte de Lima, obrigou ao corte de trânsito naquela via.

De acordo com o segundo-comandante do Centro Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Viana do Castelo, Robalo Simões, o fogo, que já tinha ardido durante algumas horas na sexta-feira, reacendeu ontem por volta do meio-dia e só foi dado como circunscrito às 17.10 horas, sendo que entretanto algumas zonas das freguesias de Lanheses, Meixedo e Vila Mou, mais próximas da auto-estrada viram as chamas chegar muito perto.

Viveram-se momentos de pânico. "Foi terrível. As labaredas atingiram 10 metros de altura, o fumo era tanto que não deixava ver nada.O fogo andou mesmo a rondar as habitações", contou, à Lusa, Olivério Afonso, morador no lugar das Fontes, em Vila Mou. "O que valeu foi eu ter um potente motor, do poço de casa, para combater as chamas, senão teria acontecido o pior", acrescentou. Olivério disse ainda que o incêndio foi, na sua fase mais crítica, combatido "apenas por populares", já que os bombeiros, na altura, "estavam dispersos" a acudir a várias outras frentes. "Só se ouvia gente a gritar, com medo de perder as suas casas, mas felizmente não foram atingidas", concluiu.

Os lugares de Picarota, Barreiros, Vilela, Balteiro e Rasas também estiveram ameaçados, não tendo, contudo, o incêndio atingido qualquer casa ou propriedade

Envolvidos no combate às chamas esteve um helicóptero pesado Kamov, 47 bombeiros dos municipais e voluntários de Viana do Castelo, da corporação de Vila Praia de Âncora e duas equipas de sapadores florestais também de Viana, além de um grupo de mais 30 homens oriundos de nove corporações de Lisboa, que, com nove viaturas, prestaram apoio naquele distrito durante a última semana.

À hora do fecho desta edição, não estavam circunscritos três incêndios: serra do Carvalho (Braga), serra do Ameal (Castanheira de Pêra) e Barro Lobo (Bombarral).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG